segunda-feira, 30 de março de 2015

Procrastination

 
8 anos em 1, parece que é isso que eu quero fazer, ou pelo menos planejo.
Ja perdi tanto tempo ( exatos 8 anos) 
com bobagens inuteis, e tentando convencer os outros que minha companhia também seria boa.
Tudo o que eu mais gostava naquela época e ainda gosto hoje em dia, veio dessa época, 13 anos, e eu  ainda sou aquela coisa de antes. Idiota,meio timida, mas cheia de criatividade, e ta na hora de botar isso pra fora. Tanto a criatividade quanto a coragem
Essa mania de deixar as coisas pra depois, só me atrapalhou. A mania de deixar a opinião alheia ter um espaço bom dentro da minha vida.  Detestável essa coisa de se olhar no espelho e ver os 21 anos mais mal gastos de todos os tempos. Ok, das vezes que eu fugi de casa, ou das vezes que fui pra casa daquele cara e ouvia os cds mais amados pelo falecido pai,  e a gente comentava enquanto trepava das vezes que eu fui pra USP pra conhecer a vida, e todo esse fingimento de eu estou vivendo "uhul"
Mas na verdade, eu estou aqui, sensível, chorona, e pensativa.
Autosabotagem. isso é o que eu venho fazendo nesses oito anos. Insegurança, tão grande, que quando eu vejo que estou sendo boa numa coisa, eu procuro mil defeitos pra colocar em minha cabeça que não, eu falhei, falhei e falhei. Não que eu faça tudo com perfeição, o problema na verdade é que eu faço as coisas bem, se recebo criticas ok, mas também costumo receber bastante elogios e não consigo lidar com o fato e simplesmente dizer obrigado! Mas isso há de passar...
Agora eu posso abrir essa ferida mal cicatrizada no meu coração e expor pra conseguir lidar.  Quantas vezes eu ouvi que eu era um lixo, que eu não merecia nada, que nada do que eu fazia era bom? 
Hoje em dia as pessoas dizem que isso chama "RECALQUE, INVEJA ( HAHA) mas naquela época eu acreditava piamente que eu era um lixo. Cada coisa que falavam de mim, eu acreditava que era.  E quando você escuta isso todo dia, várias vezes, você começa a acreditar nisso, e isso vira uma parte de você, e por vezes muito grande. Me olho no espelho e me envergonho as vezes das coisas que eu falei, das vezes que fingi não ser eu, da minha falta de coragem, e de sempre achar uma desculpa pra não fazer tal coisa. E acho que nesse momento estou usando a minha pressão alta como valvula de escape pra isso acontecer de novo. 
O que ta acontecendo comigo? Eu acordei finalmente e to tomando vergonha na cara.  E quantas pessoas por ai passam pelo mesmo? :(
Mais um mal do século.