sábado, 31 de janeiro de 2015

2009-2015


  

7 anos.
       Uma vida hein Mizzy? Engraçado que nesse tempo eu não consegui fazer nada, absolutamente nada do que eu queria fazer acredita? Enquanto você fez intercambio umas três vezes, melhorou seu inglês, ficou com vários caras, estudou nas melhores escolas e hoje  está  em outro curso de outra faculdade, da primeira desistiu, ninguém é perfeito assim né?
         Me lembro de quando eu estava começando a aprender o inglês, que eu consegui escrever "preciso ser igual a mizzy" em todos os lugares possíveis pra me lembrar que eu queria tudo o que você tinha, que você sempre foi o que eu quis ser.
       É  incrível como esse sentimento me persegue, sou tão insegura assim a ponto de nunca conseguir agir como eu mesma? Reconheço que eu sou uma mistura de coisas mas eu nunca consegui organizar nenhuma delas. Deletei meu outro blog, só mantenho a page  ( pra guardar fotos legais e bonitas ) e  esse eu mantenho pra manter a sanidade, sempre que preciso desabafar uso ele, e alguns amigos. O que eu quero dizer é que somente agora eu estou começando a manter o foco em mim, no que eu quero, ainda que eu queira perder uns 7 kilos. Mas eu comecei a manter o foco em mim,
estou tirando da minha vida coisas que não preciso mais. Como esse sentimento.
       Antes tarde do que nunca.
       Mas voltemos ao foco. Que eu nunca tive, estou tão brava comigo mesma, de nunca ter conseguido me impôr,e ter realizado tudo o que eu queria.
125, essas são as fotos que eu tenho de você, 125 imagens que eu carrego aqui comigo, 125 imagens de você, roupas, objetos, cds, musicas, mangás, cachorro, mãe e pai, e todo aquele conforto da sua casa. Olha só que maravilha, nem isso eu tenho ainda hoje, eu sei, as pessoas são diferentes, mas eu aqui no fundo, ainda quero ter o que você tem, principalmente essa vontade e coragem de viver.




domingo, 25 de janeiro de 2015

chills

 
Esse é um pedido de socorro.
Daqueles em silencio.
refletido em lagrimas e cortes nos pulsos.
de olhares perdidos e sonhos desperdiçados.
Um pedido, perdido.
Daqueles sem saída. 
com flores de despedida.
com manhãs sem sentido e noites mal dormidas.
Carregadas de lembranças inuteis
de raiva por ser incapaz de salvar alguém do fim eminente.
Da falta de sonho,inerte nessa alma.
Aqui jaz o sopro de vida que restava nesse corpo.
Aqui jaz os amigos que protegem o vicio e oferece a paz que tanto procura.
Esses serão os motivos de eu estar voltando pro psicologo.
Quando meu corpo se afundar nele mesmo.
e só restar consciencia, os calafrios estarão ali pra me lembrar
que o fim acontecerá logo.


ouça : Letter to Mandy by:  lotusflowerdeathstar.bandcamp.com/track/letter-to-mandy



domingo, 11 de janeiro de 2015

enjoy the silence



é pedir demais, 
um pouco de paz, 
de silencio,
de calma, 

de pausa...
SHHHHHHHHHHHHHHHHHHH.