domingo, 15 de dezembro de 2013

Pra você.

 Untitled on We Heart It. http://weheartit.com/entry/86942968?utm_campaign=share&utm_medium=image_share&utm_source=tumblr

    Eu vou rir toda vez que lembrar e você com certeza vai rir também.
    Acordei com você me beijando naquela escada fria e com a sua blusa que eu estava usando, você me olhou meio assustado,provavelmente achando que eu ia te dar um tapa na cara ou algo assim, mas eu bêbada que estava nem liguei, deitei nas suas pernas e você fez cafuné no meu cabelo. Depois você me levou pra escadaria daquela quadra, naquele frio horrível e a gente sabe o resto. E eu me lembro de você perguntar toda hora " você ta fazendo isso porque ta bêbada ou porque quer?"
Ah, querido, eu sempre faço o que eu quero...
   A primeira vez que eu fui na sua casa, e sua mãe disse " pronto, agora isso aqui vai virar motel" eu fiquei meio assustada, pensando que ela iria me expulsar ou algo assim, me lembro de ter amado estar deitada naquele sofá macio e que eu sempre corria pra casa quando amanhecia, e que eu demorei mais de um mês pra ver a cara da sua mãe e fazia o máximo pra fugir dela hahahhaaha.
  Me lembro de quando a minha mãe perguntou se eu estava ficando com alguém, e eu comecei a chorar no telefone, dizendo que sim, e que não era alguém com quem eu só transava e voltava pra casa no dia seguinte, que eu achava que você realmente me amava e que eu achava estar sentindo o mesmo, mas que como sempre, eu nunca tinha certeza de nada, eu disse que quando ela chegasse em casa a gente conversava. E que graças ao destino essa conversa nunca aconteceu.  Lembro de querer matar ela quando ela disse coisas horríveis sobre mim, e que achava que você era um louco idiota de querer ficar comigo, por que eu não prestava e não valia nada. Eu sei como eu sou e sei o que faço e porque faço e chorei de medo de você achar que eu realmente não valia nada.
   Eu sorri feito idiota quando depois da escadaria, você ia  me levar até perto da padaria ( onde eu comprei aquela torta de morango que a gente dividiu hoje) o caminho todo de mãos dadas, e você parou do nada e começou a tirar uma pelinha que saia do meu lábio que um pessoal passava de carro e gritava "que casal lindo" "que fofos" e que eu senti uma alegria imensa por dentro por estar com alguém que eu mal conhecia, mas que me tratou tão bem que eu não queria largar nunca.
  Amo o modo que você me olha quando está bravo, e que eu fico sem reação quando você chora ou fica com uma carinha triste. Ficava  rindo quando você ficava com medo de conhecer meus pais, e que eu fiquei do mesmo modo quando fui conhecer a sua mãe e que eu fiquei rindo quando você respondeu que a sua mãe disse " ela é meio doida, mas parece ser gente boa".
  Tem um milhão de histórias tristes. especialmente quando o assunto é aquele assunto que me deixa mal.
  Como ontem, como eu não sei como reagir depois de uma briga, de querer te abraçar até não poder mais e perceber que eu não posso prometer não brigar mais porque é impossível não brigar. De como eu sou uma maldita detalhista que  nunca entende nada e que você fica puto quando tem que repetir as mesmas coisas tudo de novo. Eu amo acordar do seu lado, principalmente quando a gente reveza o sofá e o colchão e de como seus amigos dizem que você parece melhor e mais feliz depois de ter me conhecido, e de como eu quase quero socar a sua cara quando você perde em algum jogo e desliga a droga do video game. De como você me conforta quando eu digo como e quanto eu não quero ter filhos, e que se acontecer a nossa decisão é a mesma, de saber que se isso acontecer você e Mitch estarão 100% do meu lado. As vezes eu pensava que você não me amava, porque nunca conseguia se abrir comigo, e hoje eu entendo perfeitamente que o medo de se abrir com alguém que você gosta representa fraqueza perante aquela pessoa ou então que você prefere guardar as coisas pra si a ter que "encher o saco" . De como eu não gosto de te encher o saco e usar seu dinheiro, e ter que ouvir a mesma coisa de sempre. De como eu tenho e não tenho certeza e quero ficar com você pra sempre. Aliás a única certeza que eu tenho mesmo é que eu amo você e não largo de você tão fácil.


0 comentários:

Postar um comentário